17 de dezembro de 2009

Felicidade


Felicidade é um estado de espírito que não precisa de divulgação. Você sabe exatamente quando alguém está feliz: seus olhos denunciam, seu ar confiante invade a sala, sua paz interior transborda além de si mesmo. Não por acaso, quando vejo alguém alardear aos quatro cantos da sua própria felicidade, está claro que a pessoa está tentando convencer a si mesma disso, e não a qualquer outro. Lembro de um amigo que semanas antes havia passado por problemas, e volta e meia se pegava falando no caso: “To bem agora, to me sentindo tranqüilo, espírito leve, blá, blá, blá.” Quanto mais ele falava, mais me convencia do contrário. Como comentei antes, era muito mais um processo de convencimento pessoal do que qualquer outra coisa. E como as pessoas sentem necessidade de serem convencidas por si mesmas que estão felizes! E, nessa busca insólita, sofrem sem necessidade, amam exageradamente, materializam a felicidade em sonhos fúteis ou em alegrias efêmeras, e, assim, acordam um dia de manhã com um aperto no peito que não sabem de onde vem, embora a resposta esteja tão próxima quanto óbvia... de fato a felicidade não é um fim, mas um meio.

Ser feliz é ser leve. E não depende de propaganda.

Por isso não tentem me perguntar sobre felicidade. Ela está estampada no meu rosto para quem quiser ver, sempre que de fato existir. Aliás, no rosto de qualquer pessoa feliz.

9 comentários:

Rosa Araújo disse...

Oi, tudo bem??
Muito bom o blog, gostei mesmo.
Achei interessante esse seu post. Felicidade não é uma coisa fácil de conseguir, mas quando se consegue é muito bom...
Não vou dizer que sou completamente feliz, porque sei que não é assim. Mas o pouco de felicidade que eu tenho, até agora tá me fazendo muito bem.

Bjinhos ;)

iza disse...

Dani q post.. Existe a tão falada felicidade? Penso q a felicidade estão nas pequenas coisas..atos.. praticamente c um estado de espirito, estou bem consequentemente estou feliz.. Felicidade eh receber os amigos e ir tomar sorvete no 50 sabores.. saudades tchê!!

Fernando Mynarski disse...

Sempre aprendendo um monte contigo! valeu Daniel, adorei o post

Amanda disse...

Que bom q vc voltou a escrever :)

Concordo que felicidade não se cria, mas uma atitude mental positiva sobre a vida ajuda.

Só que no fundo acho q felicidade é quando se está ocupado demais sentindo-se pleno para parar e pensar "eu sou feliz".

No resto do tempo, passamos reclamando q não somos felizes, planejando o que nos fará feliz ou esperando o dia que seremos felizes.

Cari disse...

A felicidade está explícita nos olhos das pessoas,eles não mentem, basta olhá-los para sabermos se estão realmente felizes ou não.
parabéns pelo post meu amor.
=*

Rico da Artigolândia disse...

Boa!!!

Verdadeiro, porém o processo de auto convencimento tb não deixa de ser legítimo!!!

É uma busca pelo estado que se espera estar!

Mandy disse...

Felicidade? Tão simples e tão complicada de se entender, né. Mas enfim, vc tem toda certeza. Quando uma pessoa ta feliz, todos ao seu redor parecem ficar felizes também. Mas quando se esta triste, percebe-se de longe. Ah, e eu sou que nem vc. A felicidade ta estampada no meu rosto no momento.

Bjooos
Mandy

maria só disse...

Bom , como sempre o seu post. Já estava estranhando a sua ausência!
Mas passei apenas para lhe desejar um Natal cheio de alegriastrantic e que a sua felicidade se mantenha sempre , ao longo da vida.
Beijinho e FELIZ NATAL!

Nely . disse...

Eu tenho uma teoria!!! rs
A felicidade é se sentir bem, por isso pode ser ao mesmo tempo tão simples e tão plena. O resto é conceito, e cada um com o seu.
A auto-afirmação e a atitude mental positiva favorecem um pouco a coisas boas acontecerem, não acha?
Eu, por exemplo, acho que até a infelicidade é caminho para a felicidade, por nos fazer amadurecer e rever certas escolhas e caminhos e favorecer mudanças.

No mais, "don't worry, be happy". rs